GuapoRock 2019, o Trabalho da Tellurian no Festival

GuapoRock 2019

GuapoRock 2019

GuapoRock 2019, conheça o trabalho da Tellurian Produtora no Festival

Salve, telurianos!

Vem aí o GuapoRock 2019!

A 3° Edição do GuapoRock ocorrerá nos dias 22, 23 e 24 de fevereiro de 2019. O local é o mesmo das edições anteriores, o Autódromo de Guaporé/RS. O município está localizado cerca de 200 Km da capital Porto Alegre. Como sempre, o GuapoRock proporcionará muita música e diversas atividades educativas, culturais e recreativas para toda a família. Todos os elementos que caracterizam sua multiculturalidade estarão mais uma vez presentes no festival.

Neste artigo você conhece um pouco mais sobre o trabalho da Tellurian Produtora no festival multicultural humanitário mais querido do Sul do Brasil, o GuapoRock. Então aproveite a leitura e desde logo dê um like para sabermos que você gostou do conteúdo. Isso vai nos incentivar a fazer novos artigos sobre este mesmo tema, beleza?

A Tellurian e o GuapoRock

Primeiro de tudo, acreditamos que os fãs do festival devem estar se perguntando acerca do papel da Tellurian no GuapoRock.

Nós estivemos na última edição para conhecer o festival mais de perto e consolidar a parceria que vinha sendo costurada já há algum tempo com o Ednei Genari. Para quem não sabe, o Ednei é produtor cultural e idealizador do GuapoRock. Um trabalho para o qual ele se dedica há seis anos com muita competência e que sempre contou com diversos apoiadores e voluntários para acontecer.  Neste contexto, a Tellurian chega para se somar a um time já consolidado, doando sua expertise com o objetivo de fazer o festival crescer.

Do mesmo modo, o Ednei se tornou associado da Tellurian. Ele nos ajudará em outros projetos que serão desenvolvidos pela Produtora. Acima de tudo, essa relação se consubstancia numa coalizão de esforços em prol da arte e da cultura. Como resultado, quem ganha mesmo é o público.

É uma honra para a Tellurian se envolver em um projeto como o GuapoRock, pois o festival tem tudo haver com nossa filosofia de trabalho. Com efeito, estamos cientes da responsabilidade e da importância do GuapoRock para Guaporé, e de nossa parte os fãs podem esperar que colaboraremos o que temos de melhor.

GuapoRock é Tellurian

Na parceria, ficou alinhado que o GuapoRock passaria a integrar o case de eventos da Tellurian. Ou seja, o festival agora faz parte do nosso portfólio, por meio do licenciamento de uso da marca GuapoRock para a Tellurian.

As razões para esta medida

Quando retornamos para Porto Alegre após o encerramento da 2° Edição do festival, realizamos uma avaliação estratégica. Para tanto, nos valemos da clássica metodologia SWOT, também conhecia por FOFA. A SOWT é uma das ferramentas de planejamento mais usadas no mundo empresarial. SWOT é a sigla em inglês para Forças (Strengths), Fraquezas (Weakness), Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats).

Pois bem, uma das principais ameaças identificadas pela Matriz SWOT foi a informalidade do GuapoRock. E informalidade significa insegurança jurídica. Diante dessa constatação, consideramos em conjunto todas as opções existentes para resolver este grave problema. Como resultado, concluímos que a forma mais simples e menos onerosa seria galgar o registro da marca GuapoRock e licenciá-la para a Tellurian.

O passo seguinte

Uma vez obtida a segurança jurídica necessária para prosseguirmos, começamos a colocar em prática o plano de ação desenvolvido para o projeto, com objetivos de curto, médio e longo prazo. Para este primeiro ano, nosso maior objetivo é implementar ferramentas profissionais de gestão. O maior desafio foi obter ferramentas que suprissem todas as necessidades e que ao mesmo tempo não representassem custos extras. Em outras palavras, precisávamos de boas ferramentas de forma totalmente gratuita.

Gestão de Projetos

Foram testados mais de 30 softwares de gestão de projetos antes que optássemos pelo Trello.

O Trello é um software de gestão em formato canvas que emprega a metodologia ágil. O software se parece muito como uma lousa onde você cola postites com as tarefas que precisa realizar. Mas o melhor aspecto do Tello talvez seja o fato de ser em nuvem e de rodar em dispositivos móveis. Isso permite que os organizadores possam acompanhar o andamento das tarefas quando quiserem e de onde estiverem. Além do mais, o Trello conta com várias outras funcionalidades, powerups e possibilidades de integração que o tornam uma ferramenta completa para a gestão de qualquer tipo de projeto.

Todo o GuapoRock 2019 foi desenhado no Trello. Inclusive, tendo em vista a simplicidade e poderio da ferramenta, os coordenadores de cada equipe de campo do festival também farão uso da aplicação. Será fornecido o roteiro do que precisará ser cumprido, e a coordenadoria geral do festival acompanhará em tempo real se tudo está dentro do cronograma. Com efeito, será possível realizar ações corretivas imediatas para superar qualquer contratempo durante o festival.

Gestão de Recursos

O Bling é um software ERP em núvem. ERP é uma sigla derivada do nome Enterprise Resource Planning. A tradução, ao pé da letra, significa “Planejamento de Recursos da Empresa. Os ERPs são softwares que integram todos os dados e processos de uma organização em um único sistema.

No caso do Bling, ele não é um software gratuito. No entanto, como já vem sendo utilizado na gestão da Tellurian, usaremos o sistema que possuímos para o GuapoRock. Por exemplo, será possível fazer o controle de estoques, acompanhar o fluxo de caixa, gerenciar vendas online e no balcão, dentre muitas outras funcionalidades com muita simplicidade. Com o Bling a coordenadoria do festival saberá o que, quando e quanto cada participante do GuapoRock consumiu.

O objetivo aqui não é apenas ter controle, mas sobretudo, conhecer o perfil de consumo do público. Uma vez que tenhamos estes dados, poderemos proporcionar uma melhor experiência de consumo para o público nas próximas edições do festival.

Emissão de Ingressos e Controle de Acesso

A ausência de dados acerca das edições anteriores é sem dúvida um das principais fraquezas apontadas na SWOT. Atualmente temos poucas informações acerca do perfil do público que comparece ao festival. Qualquer estratégia pode restar comprometida sem ter em mãos dados que possam apontar um caminho a seguir. Sim, existem outras fontes de onde boa parte destes dados podem ser extraídos. Mas nenhuma se compara as amostras que você pode obter in loco. Ora, todos sabemos que a maioria das pessoas confirmam presença em um evento no Facebook acabam não comparecendo de fato.

Foi buscando solucionar este problema que decidimos aderir a uma plataforma de ingressos. E após testar todas as plataformas existentes no mercado nacional, concluímos pela Eventbrite. A principal razão pela escolha da Eventbrite está na possibilidade de criação de eventos gratuitos, que é uma exigência do modelo adotado pelo GuapoRock. Além do mais, a ferramenta também funciona em nuvem e permite o controle dos ingressos e do acesso do público em tempo real. A ferramenta fornece ainda diversos relatórios estatísticos sobre o evento e sobre o público.

Com efeito, para 2019 o público precisará fazer um cadastro na plataforma, imprimir seu ingresso e apresentá-lo na portaria do evento. Dessa forma, além de proporcionar maior segurança no acesso, também serão gerados dados que permitirão trassar com precisão o perfil do público. A partir daí saberemos quem são os frequentadores, de onde vem, o gênero, a idade e a hora que acessam, e quanto tempo permanecem no festival. Com estes dados será possível conhecer suas preferências e melhorar ainda mais a experiência para as próximas edições do GuapoRock.

Comunicação por Voip

Em eventos de médio e grande porte é essencial que as equipes disponham de um bom sistema de comunicação. Sem comunicação não é possível saber o que está acontecendo nas diversas frentes do festival. Sem comunicação a resposta para eventuais contratempos tende a demorar, impactando seu bom andamento.

A maioria dos festivais utilizam dos tradicionais rádios PX. Mas no caso do GuapoRock, que conta com uma boa rede de Hi-Fi, e por não haver recursos para adquirir ou alugar equipamentos, optamos pelo uso do Voip.

O Voip, ou Voz sobre Protocolo de Internet, é uma tecnologia que permite a transmissão de voz por IP (Protocolos de Internet). Ou seja, transforma sinais de áudio analógicos, como em uma chamada, em dados digitais que podem ser transfeitos através da internet. Para colocá-lo em funcionamento, precisamos apenas de um simples dispositivo móvel com o aplicativo apropriado. Com o Voip, todas as equipes do festival estarão conectadas como se estivessem falando ao celular.

Um GuapoRock mais aconchegante

Um dos nossos objetivos para o GuapoRock 2019 é torná-lo mais aconchegante para o público. Pensando nisso estamos pleiteando um melhor aproveitamento do espaço disponível. Queremos aproximar as pessoas umas das outras, fazer com que o público sinta mais calor humano. E para tanto, aqueles que forem ao Autódromo nos dias do festival de imediato irão notar a readequação da estrutura.

Basicamente o plano consiste em reduzir os espaços. O local é grande de mais para a quantidade de público estimado. Por esse motivo, é fundamental garantir seu ingresso antecipadamente, pois na próxima Edição haverá limite de público comportado pela estrutura que iremos montar para o festival.

Acredito que estes sejam os pontos mais relevantes, mas há muito mais sendo preparado nos bastidores para entregar um grande festival. Você não vai querer ficar de fora, não é mesmo?

Nos vemos no GuapoRock 2019, até lá!

Garanta sua presença fazendo a inscrição AQUI.

Curta e compartilhe essa publicação, deixe seu comentário. Queremos a sua opinião para fazer um GuapoRock cada vez melhor para você!

Nelson Oliveira Ramão Neto
Nelson Oliveira Ramão Neto
Nelsinho é pai da Hellena, devorador de séries e viciado em jogos de RPG. Estudou Ciências Jurídicas e Sociais pela PUCRS e há seis anos atua na área da Propriedade Intelectual, certificado em Direitos Autorias e Conexos pela OMPI - Organização Mundial da Propriedade Intelectual. Também possui formação nos campos de empreendedorismo, inovação, liderança e negociação. É produtor cultural, e sócio diretor do Grupo Fortitude.

Deixe uma resposta